"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Relato de uma dor

Tem momentos do passado que sempre voltam para nossa consciência. Tirando de lado a ideia de arrependimentos ou nostalgias, vejo que são lições que voltam para nós. Aqui, entre muitos aprendizados que tive, acredito ter um que vale para todas áreas da nossa vida e para muitos momentos turbulentos que estamos vivendo. Os dois lados da moeda. Fui magoado muitas vezes, mas só quando magoei compreendi a situação. Acredito que muitas vezes olhamos apenas a nossa perspectiva, as nossas crenças, as nossas verdades, os nossos sentimentos. Mas e o outro? Nossa como é difícil pensar no outro quando este nos prejudica tanto, nos faz doer, ou discordam e refutam nossos princípios. Mas é um exercício que com o tempo nos faz pessoas melhores. Como diz a poesia, algumas vezes uma mágoa, um adeus, se fazem necessários para chegar até a paz, até a compreensão. As lições da vida são as difíceis.

Relato de uma dor” (08/06/2018)

Eu não venho aqui
Lhe tirar nenhuma mágoa
Não é meu direito
Nem venho porque te devo
Falo no mesmo egoísmo
De quando te deixei
Falo pois faltei com a sinceridade
A mesma que defendo em praça pública
Venho pensando apenas em mim
Na paz da minha alma
Na absolvição do meu coração

Outrem era quem reclamava do amor
Tanto que quase ignorei
Quando estava a mercê em minha porta
Mergulhei de cabeça
Cada meu bem, veio do coração
Fui inteiro, fui entregue
E como em todo erro
Fui longe demais
O amor de um não sustenta dois
E terminei o que não podia começar
Arrastei tudo para minha solidão
Fui causa e não consequência
E traí toda minha consciência
Quando fui incapaz da verdade

Se tiver perdão foi em vão
Se tiver silêncio não sobrou nada
Se tiver resposta mereço a dor
Magoar é simplesmente terrível
E pode ser o único caminho para paz

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário