"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

domingo, 6 de agosto de 2017

“Continuum” (06/07/2017)

Fim de semana
Fim de ano
Fim de namoro
Para que tanto fim numa vida só?
Para que nos despedaçar pelo caminho?
Viver não é fácil tomando as atitudes certas
Ainda arranjamos todos estes conceitos
De tempo, dor e alívio
Ficamos aqui desmentindo verdades
Para que tantas pedras no caminho?
É difícil evoluir quando repetimos o passado
Pois chega de ponto final e tudo de novo
Perceba as vírgulas da sua história
Acumule tudo que puder no coração
Amontoe os anos e os amores
Construa-se dos mais diversos sabores
Não dê fim, dê continuidade
Nessa sequência aleatória de dias
Somos tudo em um só
O fim represa seus sentimentos em um lugar
E precisamos deles o tempo todo
Mais que completo, seja infinito

Ass: Danilo Mendonça Martinho