sábado, 27 de dezembro de 2014

“Um abraço” (19/11/2014)

Honestamente não sei como quebrar o silêncio, e dizem que sou bom com as palavras, mas nunca com você. Não sei como vai me receber naquele dia, há muito na sua cabeça e independente do seu humor sei o que guarda por dentro e isso é o que sempre admirei. Então mesmo de lado, de canto, vamos nos entendendo aos poucos, com fala baixa e rara, sobre assuntos banais e outros nem tanto. Muitas vezes pessoas viram como você exterioriza toda sua raiva, sua inconformação, e só quem convive mesmo sabe que guarda para si toda bondade, tudo que sempre te faz tomar atitudes de cuidado, de carinho. Talvez o que mostramos para o mundo nos deixa mal falados, ou incompreendidos. Talvez não seja preciso palavra alguma, apenas um olhar que enxergue e que principalmente saiba. Por você a vida seria só sacrifício por aqueles que ama. Por mais que certas coisas fujam da sua compreensão, ainda assim aceita e faz o melhor pelo outro. A vida já te deu muito revés, mas não te tirou esse gesto, não apagou essa alma, não te tirou do rumo, apenas algumas vezes do sério. Eu sei e acredito que você sabe que este silêncio entre nós é amor. O que tem me incomodado é outra coisa. Queria chegar perto de ti e te abraçar, para que você soubesse que sou grato. Nosso amor é incondicional, eu quero dizer outra coisa que não está na palavra, nem na falta dela, nem neste nosso acordo velado. Quando nós crescemos percebemos o quanto certas pessoas a nossa volta dedicaram partes inteiras de suas vidas para que nós pudéssemos viver as nossas. Penso que talvez isso nem caiba em um único abraço, mas você merece essa gratidão expressa da melhor forma que posso. Ainda saberei melhor o que te dizer, serei melhor em encurtar nossas distâncias, por enquanto darei um jeito de te encontrar neste abraço que não é por agora, mas pelo que sempre foi para mim. Teu coração é meu exemplo e espero que o meu também tenha força de alcançar tantas pessoas. Obrigado por doar esta parte de sua vida, farei algo lindo disso tudo. 

Ass: Danilo Mendonça Martinho

5 comentários:

  1. Danilo,
    Agradeço à Deus por você existir e transformar em palavras o que sentimos....Sinta-se abraçado pelo amor, fraternidade e amizade!
    Feliz 2015!
    Com gratidão meu carinho e abraço,
    Ana Cristina

    ResponderExcluir
  2. Danilo,
    Agradeço à Deus por você existir e transformar em palavras o que sentimos....Sinta-se abraçado pelo amor, fraternidade e amizade!
    Feliz 2015!
    Com gratidão meu carinho e abraço,
    Ana Cristina

    ResponderExcluir
  3. Gratidão, de uns tempos pra cá, tem sido a palavra de ordem na minha vida. E isso, tem me feito um bem tão grande. E muitas vezes, na verdade, quase sempre... ela não cabe nas palavras! Assim só nos cabe demonstrá-la nos gestos do cotidiano, no afeto... em tudo o que fazemos. Nós devemos ser reflexo do que sentimos. E isso que faz a vida ganhar bossa e poesia!


    Um beijo enorme.
    Pequena.

    ResponderExcluir
  4. Gostei de seu texto. Tocou a mim.

    ResponderExcluir
  5. Que texto lindo, seria uma carta?!

    Tá lindo mesmo. Sensível, sincero e cheio de sentimentos simples e palavras estonteantes.

    ResponderExcluir