"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

sábado, 15 de junho de 2013

“Resenha”

Um coração que bate
A razão que se perde
Uma mente que se entrega
O âmago que contrai

Uma lágrima que cai
A falta que faz presença
Um todo que se torna sozinho
A certeza que não vai embora

Um corpo que parte
A saudade que se cria
Um abraço que volta
A alma que se conforta

Um sorriso que nos encontra
O olhar que não se distrai
Um vislumbre de felicidade
A esperança que não volta atrás

Uma verdade que se omite
Uma imagem que suspira
Um vazio que nos martirize
Até mesmo um silêncio que nos invada

O sentir sempre vale uma palavra
Mesmo que seja apenas amor.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

3 comentários:

  1. Ah, Danilo. Como sempre, pontual e firme. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Alguns sentimentos fogem delas, na vã tentativa de não serem pronunciadas.


    Abraços poeta e linda vida!

    ResponderExcluir
  3. Quando se captura um momento, aí está a dinâmica do amor. Lindo!

    ResponderExcluir