"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

quarta-feira, 17 de abril de 2013

“Meu bem – me quer”

Meu amor não me arranca pétalas
Nem me guarda em uma cúpula de vidro
Estou exposto ao enlace de seus dedos
A mercê do sopro de seu lábios
Vivo onde posso lhe sentir da pele à alma
Sei que aqui fora, chove, ou o sol que não descansa
Só que aqui meu respirar não pesa sobre o tempo
Ser livre é poder escolher seus limites
Minhas fronteiras se confundiram com as suas
Não dependemos do acaso, nem da sorte
É teu carinho suave sobre a pele
Teu abraço gentil e protetor pela manhã
E um olhar que sei que não divide
...Moro em um coração onde só floresço

Ass: Danilo Mendonça Martinho

5 comentários:

  1. ''Moro em um coração onde só floresço''

    Ainda vou sentir isso.

    ResponderExcluir
  2. Lindo! Amei teu blog!
    Vem conhecer o meu:
    leiakarine.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Que lindeza, Danilo!
    Eu já era admiradora de seus escritos, e me surpreendi ao ver um comentário seu em meu blog..
    Sempre continuarei passando por aqui, as delicadezas dos seus versos me contagiam, sabia?
    Parabéns, moço!

    ResponderExcluir