quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

“Rumo ao Futuro” (02/01/2013)

Todo desconhecido vive entre medos, ainda sim beira novos sonhos. O passo nunca se parece com o desejo, mas é exatamente a descoberta que o mantém vivo. Ao nosso lado temos a escolha e o coração. Não se engane, a razão não está em nenhum dos lados. Confiar em si jamais foi garantia de sorrisos. Ao decidir fazer a curva, muito pode doer, muitas coisas podem se perder e o destino se embaralhar. Só que no fim dela permanecerá seu espírito. Nenhum outro horizonte além daquele que você desenhou te trará paz. É o que nos mantém derrapando nessa estrada ajustando a direção. Os sonhos e os fracassos vão continuar beirando o possível, mas a escolha e o coração estão do nosso lado. 

Ass: Danilo Mendonça Martinho

3 comentários:

  1. "Nenhum outro horizonte além daquele que você desenhou te trará paz."


    Grata!

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito daqui, tanta leveza embrulhando a realidade...

    ResponderExcluir
  3. Mas o coração vez e outra se engana.

    ResponderExcluir