quinta-feira, 16 de agosto de 2012

“Gestos” (01/08/2012)

O olhar procura pela alma
Beijo é apaixonado
Abraço é incondicional
Falar para defender o sentir
O pensar arquiteta o sonho
Abrir o peito por inteiro
Estender a mão pela chance
Contrair o estômago na incerteza
Suspirar pelas tristezas
Respirar pela vida
Chorar sem restrições
Caminhar pelo encontro
Viver para se completar

Ass: Danilo Mendonça Martinho

5 comentários:

  1. Quando no Amor,
    O gesto é por inteiro.

    ResponderExcluir
  2. O ser, em cada gesto, expressa centenas de palavras.

    Abraços poeta!

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso poema! Bom fim de semana, querido :)

    ResponderExcluir
  4. Somos autômatos, tróficos, estimulados. "Viver para se completar"
    Lindo!

    ResponderExcluir
  5. Apenas viver e respirar fundo. Não preciso de nada mais...

    ResponderExcluir