"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

segunda-feira, 4 de junho de 2012

“Aqui” (02/06/2012)

O aqui é este lugar na beira da madrugada onde o sono não me importa. Quando imaginaria deixar o sonho em segundo plano? Já chorei nesse travesseiro, passei uma tarde muda ao pé da cama. Dormi em desespero por uma resposta, lamentei a distância, acordei vestindo o inimigo. Mais ninguém entrou neste quarto, só essências e contornos das vozes e corpos que impregnaram na alma os cheiros apenas para depois evaporar. Não houve poema, nem lembrança que se agarrasse as paredes. A realidade cansou de substituir a imaginação sem êxito. Flores murcharam e palavras envelheceram. Não posso negar a esses cantos que cheguei sim a desistir. Agarrado as grades da janela profanei. Silenciei todos meus pedidos. Dentro de mim moram cicatrizes e as mais puras verdades. O cru e nu. A face sem intérprete e o sentimento sem voz. Tudo nesse lugar já sorriu, tudo nesse lugar já sofreu, sem que ninguém jamais soubesse. Onde a vida mora, quase ninguém visita. Quantas vezes acabei só...

É por causa deste aqui que valorizo o corpo que por hora dorme ao meu lado. Mudaste meu reflexo no espelho, levaste as dores das paredes. Entrou sem invadir, abraçou sem ameaçar, amaste em reciprocidade...decidiste ficar. Agradeço a cada canto deste quarto, sorrio a cada novo momento marcado. Nem sabes com tudo que convives, mas você destoa e dá novas cores a todo resto. O passado sustenta nossa verdade. A realidade fortalece o nosso amor. Onde a minha vida mora, você também vive.


Ass: Danilo Mendonça Martinho

9 comentários:

  1. Que lindo, onde o passado sustenta e fortalece o amor.O amor vence sempre! Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito daqui!
    Poesias que tocam lá no fundo da alma!
    Parabéns

    ResponderExcluir
  3. Por todos os santos...!!!!
    Amor em reciprocidade é o amor em si, o resto é invencionice!

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo. Parece uma dança suas palavras. :)

    ResponderExcluir
  5. "Quando imaginaria deixar o sonho em segundo plano? Já chorei nesse travesseiro, passei uma tarde muda ao pé da cama."

    Foi bem assim mesmo a tarde de hoje. Que texto lindo, Danilo. Ah, só sei dizer isso LINDO LINDO LINDO!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Suas palavras, poeta, sabem reunir os nossos olhares. Você não vê sempre que mais alguém vem alguém aqui te devolver tanta admiração? Aqui um lugar para poesia.

    ResponderExcluir
  7. O aqui é o lugar certo para se entregar.

    Abraços

    ResponderExcluir