"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

“Filtro” (26/02/2012)

Respiro
Insistência poética
Acreditamos na inspiração
Que o ar condensa sentimentos
Que a vida pode escapar em um suspiro

Inspiro
Na busca do não dito
A palavra que veste silêncio
Um amor nas penumbras dos olhos
Um querer nos contornos dos sorrisos

Expiro
Abro mão
O real se completa na liberdade
A posse não cabe no abraço
O dever seca os lábios dos beijos

Ass: Danilo Mendonça Martinho

8 comentários:

  1. Que a inspiração acredite na nossa capacidade de transcrevê-la.

    ResponderExcluir
  2. Ao respirar o sentir poético esbarramos com a leveza das palavras que inspiram.

    ResponderExcluir
  3. Olha só....

    "Respiro
    Suspiro

    Inspiro
    Sorrisos

    Expiro
    Beijos"

    Pegando a primeira e a última palavra de cada verso,ainda fica fazendo sentido.
    P.S.: Você poderia tirar as letras de confirmação? Facilita pra quem quer comentar no seu blog (e quase sempre,a gente acaba errando as letras). Eu agradeço,se fizer isso ;)

    ResponderExcluir
  4. Suspirei teu respirar ao se dar aos versos. Sorri com tua inspiração e aqui expiro meu beijo carinhoso por tão belo poema. Obrigada meu Deus, por ter criado o Danilo, este Danilo! :)

    ResponderExcluir
  5. Quem sabe do respiro saia vento. Aquele senhor das promessas. A semear no tempo, na terra e no silêncio, sem nenhuma pressa, um pé qualquer de poesia.

    ResponderExcluir
  6. Suspirei todas essas tuas belas palavras...

    ResponderExcluir
  7. Inspire-se. Expire-se. Exprima-se. Expresse-se. Enquanto eu, daqui, suspiro com as palavras do poeta.

    ResponderExcluir
  8. Meu querido....

    Saudade daqui! Não há filtros quando o assunto é AMOR!!

    Belíssimo!

    Um beijo carinhoso...

    ResponderExcluir