"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

"Sexta Passada" (20/01/2012)

Sexta-feira minha amiga
Acordaste-me num século distante
Onde os cavalheiros e damas
Cortejavam-se por cartas
Sou uma noticia que tarda
Ainda a vencer a estrada
Meu papel a esmaecer nas intempéries
A palavra a resistir pelo destino
Quantos passos ainda nessa eternidade?
Em que vale tu me escondes?
O sol voltou a se por longe
Acreditei em você em última instância
Conceder-me-ia o encontro anunciado
Mas me fará desbravar-te inteira
Empunharei minha espada por ti
De você sexta arcaica
Espero que me leve de volta
Aos braços que jamais de partiram

Ass: Danilo Mendonça Martinho

9 comentários:

  1. Os momentos mais inesquecíveis são os que pudemos inventar e registramos fotografados nessas poesias, nas palavras que viveremos quando reler.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhosa poesia, muito boa mesmo, intensa...
    Bjos
    Luana Barcelos

    ResponderExcluir
  3. Espero por uma libertação...
    Uma sexta que não insista.

    ResponderExcluir
  4. Poesia derramada em folhas secas do outono; desbotadas, no entanto, jamais esquecidas.

    ResponderExcluir
  5. Que poesia linda, forte, vivaz...
    adoro quando encontro coisas assim... parabéns

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o tom forte, que vc escolheu pra essa poesia.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Sexta passada, as lembranças do que poderia ter sido se transformaram em saudade...

    Lindo, poeta!!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  8. chegará uma perfeição de uma dia? de uma sexta?

    ResponderExcluir