"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

“Duas Unidades” (18/01/2012)

Eu criei um sentimento dentro de mim. Destes que a gente não cria para si. Alimenta, dá carinho, idealiza nos mínimos detalhes. É fato que o tamanho é apenas uma estimativa, é preciso colocá-lo no mundo e ver até onde. Acreditamos e esta é a primeira semente. A dúvida é sempre se acreditaremos sozinhos. Tem planta que só germina a dois. Guardado dentro de mim estava isto que ainda não tinha sentido. Alegre, completo, recíproco, sincero, disposto. Era raro demais meu querer, confesso. Mesmo assim não somos nada sem nossas escolhas. Passei por ilusões, sentimentos que não voltaram, até mesmo forcei-me a acreditar que seria possível ter, sem ver ou tocar. Tudo me venceu. Permanecia comigo a chance e nada mais. Caminhei por muitas outras almas e algo além do que a palavra traduz me chamou para perto de quem hoje rega a mesma roseira que eu. Diferente de tudo que poderia esperar, a semente vingou e cresceu por lugares ainda mais profundos, e o melhor, não nasceu só em mim.

São complicados estes sentimentos que se cria para os outros, que se enfeita e veste a espera que em alguém também sirva. Tudo baseado numa concepção, sem garantias da realidade. Sim, pode ser vão, podemos ter que recomeçar, é um desejo ao acaso, uma tentativa que nem sempre cicatriza. Insistimos por nós, e tudo que criamos é por si, um pedaço que seja. Há muitos horizontes para nascer até a estação certa. Não me peça por certezas, tudo pode vingar nesta vida com as condições favoráveis.

Eu senti, e seguia ouvindo o que sentia, até que um dia me disseste: “gosto tanto quanto”. Foi a primeira vez que tive a noção do tamanho do amor por mim. Não sei o que pode dar certo, basta-me a medida do coração.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

5 comentários:

  1. Eu... eu... eu posso pegar pra mim? Gostei tanto, tanto tanto tanto!!!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Acho que sua planta só germina a dois, Danilo. Não sei...não sei. Suponho! Jogue a semente, não custa tentar.

    Adorei seu texto. Beijos :)

    ResponderExcluir
  3. Tudo na vida dá início dentro de nós mesmos!
    Saudads meu querido!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá Danilo,

    Muito bom o texto! Como disse a Natália acima, esta semente só germina à dois, é uma semente de duas partes, para se plantar juntas para florecer do jeito que tem que ser, se só uma metade for plantada...dificil é de fazer a outra metade cair no solo...

    Abraço,
    Homem de 2indices

    ResponderExcluir
  5. "Não me peça por certezas, tudo pode vingar nesta vida com as condições favoráveis." Essa me fechou..rsrsr
    Bjos
    Luana Barcelos Dantas

    ResponderExcluir