"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

“Carta do Desencanto” (06/11/2011)

Amor, venho esvaziar todo seu sentido. Eu que um dia roubei teu significado do dicionário. Já sou incapaz de repetir o abraço. As flores murcharam, abandonei-as em um inverno qualquer. Levei-te para toda palavra, te fiz contorno do meu universo. Meus olhos padeceram de cor, você escureceu em algum tom de cinza. Escrevo para desconstruir-te, apagar a marca do meu horizonte.

Tua falta não alimenta a solidão do meu quarto, já não é nem mais sombra. Desfaço meu sorriso a cada reciprocidade que não posso lhe dar. Desenlaço meus dedos em versos no papel cheio de letras frias. O “te” já não conjuga com você. Engoli o gosto amargo de não te querer. Preciso me desmanchar de qualquer virtude, desvencilhar-me da esperança. Não sou. Quero voltar a ser comum, paisagem, memória e talvez nem isso. Há de sobrar entre nós apenas um substantivo indefinido. Aqui mando a última coisa que posso lhe dar: Amor .

Ass: Danilo Mendonça Martinho

14 comentários:

  1. Lindo, meu querido!
    Muita inspiração pra ti!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Será que é suficiente esse amor pra teu outro eu tão seu?

    ResponderExcluir
  3. Sua escrita não findará uma despedida. Certo disso, encanto.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Vez em quando o amor fecha a porta para abrigar-se de espaços.

    ResponderExcluir
  6. Poeta,

    'escrevo para desconstruir-te'. Desconfio que se soubesse o que estava fazendo não teria adiantado. Ironicamente me lembrei que não me lembro mais do olhos dele.

    Beijo meu

    ResponderExcluir
  7. Essa foi super profunda...doeu grande..
    Gosto muito do seu jeito cru de escrever, desse seu jeito de não gostar de mascarar sentimentos, de se colocar nu na poesia.Gosto da sua autenticidade e aprendo muito com ela.Ás vezes, a gente gosta de se enganar, mas vejo você fazer um esforço grande para não se iludir.
    Um grande abraço,
    Luana Barcelos

    ResponderExcluir
  8. Mas que lindo!



    No fim, acaba sendo sempre essa força que nos move.

    ResponderExcluir
  9. Com sempre amor o encanto não se desfaz, mesmo que.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Que lindo!!

    Senti puro encantamento... Acho que o texto fez efeito contrário!

    rsrs... Liga não pras minhas besteiras, poeta! Sua arte é incrível!!

    Beijos...

    ResponderExcluir
  11. Cartas nunca mentem, ficando impregnadas com o sentimento que carregam.

    ResponderExcluir
  12. true religion jeans outlet just have to look through them thoroughly. You will surely find very affordable clothing online Moncler Outlet that is of high quality if you go to these sites. cheap Asics Onitsuka Tiger But, you should not focus Discount Hogan Shoes on only one site,

    ResponderExcluir