segunda-feira, 25 de julho de 2011

“Seremos fim” (18/07/2011)

Eternamente. O que não morre? O que não passa? O que não se desfaz? O que permanece? Por que devo acreditar naquilo que não sou? Querem fazer de cada ato nosso um martírio, como se tudo fosse para sempre e o caminho imutável. Não quero olhar para vida com todo esse peso de tudo que já fiz. Mudei tanto, acreditei em outros sonhos. É fato que nossas decisões por vezes ferem, que jamais serão sem conseqüências, mas nunca me propus a ser perfeito e deixarei muitas coisas ainda pelo caminho. Só não me venha com cobranças, disse e fiz tudo da melhor maneira que conhecia. Fui sincero e isso pode ser muito complicado. Doei-me até não poder mais. Agora me chegam consciências me acusando de ser eternamente responsável pelo sentimento que abri mão. É soberba pensar que temos algum controle sobre o sentir alheio, ou mesmo imaginar que seremos inesquecíveis a tal ponto. Somos responsáveis pelo que sentimos e nos amedronta tanto isso que mantemos situações por comodidade, por culpa. Por acreditar ser eternamente responsável pelo próximo abdicamos nossa felicidade e tiramos também a do outro. Quem ganha nessa eternidade?

Somos finitos como tudo que nasce de nós.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

19 comentários:

  1. Meu Deus... isso foi pra mim, poeta???
    Perfeito, mais que perfeito !!!!!!!!!! Somos responsáveis UNICAMENTE por nossos sentimentos e pela coragem de mudarmos aquilo que não nos faz mais felizes.
    Parabéns!!!! Vou compartilhar esse belíssimo texto.
    Bjs admirados,
    Si

    ResponderExcluir
  2. O que permanece?
    A fidelidade aquilo que somos e sentimos, assim continuaremos sendo.
    A vida nos leva sem que possamos levá-la
    Viver o concreto e o abstrato de simplesmente SER. Sem culpas.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Perfeito. Algumas palavras vêm no momento certo, pro coração certo. Agora é fazer uso dessa dica vital. Obrigada poeta querido. Elan Popp

    ResponderExcluir
  4. Seremos, sim, o final em algum momento... Mas enquanto isso não acontece... VIVAMOS!

    Beijos, querido poeta!

    ResponderExcluir
  5. "Por acreditar ser eternamente responsável pelo próximo abdicamos nossa felicidade e tiramos também a do outro."
    Não precisa mais nada. Lindamente escolhido, poeta.

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu texto!
    'Somos finitos como tudo que nasce de nós.'
    Acho que temos o direito de modificar as coisas, os nossos pensamentos, os nossos sentimentos. Temos direito! Não vamos nos aprisionar na culpa e no ressentimento do eterno ter tido um fim. Vamos viver do jeito que dá, do jeito que der. É a vida... Vamos nos permitir viver. E ser feliz.

    ResponderExcluir
  7. Eu não sei o que dizer!

    Minhas palavras travaram nessa postagem.
    Deixo meu silêncio e o um sorriso admirado em te lê.

    Bom dia, beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi poeta!

    Os momentos de felicidade, aqueles simples, sem culpas deveriam durar pra sempre.

    E se possivel, repetir, repetir, repetir...

    E outra coisa rs

    Culpa é para amadores!

    Então vamos tratar de ser FELIZ

    E que o resto, seja apenas o resto.

    Beijos meus

    ResponderExcluir
  9. O que arrisca finito, eternamente reluz por aqui.

    ResponderExcluir
  10. Vc não é responsável pelo q desperta. Mas o outro tb não é responsável pelo que sente. Somos apenas responsáveis pelos nossos atos. Bem dizia Vinicius ando disse q o amor é eterno enquanto dura, isso é uma verdade, tudo quando finda se transforma, em indiferença ou em amizade. Vc foi correto na resolução. A gente na vida só pode dar o q tem. Bjs

    ResponderExcluir
  11. É isso aí."nunca me propus a ser perfeito e deixarei muita coisa pelo caminho".GOSTEI MUITO.abraços, Luana Barcelos.

    ResponderExcluir
  12. Tantas perguntas, é sempre bom questionar-se! Descobrir-se aos poucos. "nunca me propus a ser perfeito e deixarei muita coisa pelo caminho". Lindíssima frase, também gostei. Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Queremos controlar a vida, e absurdamente, achamos poder controlar o outro.

    Seremos mas não queremos!

    ResponderExcluir
  14. Até porque, esse papo de 'pra sempre' é tão somente falta de criatividade!

    ResponderExcluir
  15. Passando e apreciando

    http://poesiasciberneticas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Adorei esse texto!
    E essa parte diz tuuuudo:


    "Por acreditar ser eternamente responsável pelo próximo abdicamos nossa felicidade e tiramos também a do outro."

    Sem mais, nem menos.
    Um beijo,
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  17. I was at a place called babyliss Pro Color Me Mine recently
    Cheap Tods Shoes and noticed a ceramic plaque to paint that said "Kindly Remove Your Shoes."is an invention of necessity Franklin Marshall Hoodiesto protect us from the elements Moncler outlet beneath. Over the years shoes have dramatically true religion outlet changed due to North Face Jackets cultures and fashions. Footwear Cheap Ugg Boots 5815 is under the north face sale influence of Discount Tiger Shoes fashion.

    ResponderExcluir
  18. "Saber amar/
    Saber deixar alguém te amar"

    Boas palavras amigo!!!!

    ResponderExcluir