"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

“Livre” (07/10/2010)

A liberdade pede desapego
Eu lhe esqueço
Dissipo em palavras
Meus últimos apelos
Lhe deixo

A liberdade é recomeço
Abandono os conceitos
Palavras de outrora
Rancores do meu peito
Me despeço

A liberdade é permissão
Almejar uma nuvem
Derramar no horizonte
Uma felicidade cadente
Nos encontramos

Ass: Danilo Mendonça Martinho

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Olá Poeta!

    Estico os dedos para tocar nessa felicidade cadente. Quem sabe eles voltam manchados de esperança...

    Lindo texto e providencial como sempre!

    Te abraço!

    Ziris

    ResponderExcluir
  3. é, eu queria poder me desvincular dos meus conceitos e me sentir livre novamente.

    ResponderExcluir