"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

“Ao pé da Janela” (22/07/2010)




Te peço um silêncio
Amigo de bom tempo
Te peço sem trapaças
Um breve momento
Preste atenção nos acordes
E principalmente nas vozes
Para depois entoar a canção
Para que não seja em vão
As rimas bem trabalhadas
Na mais doce inspiração

Não é hora de palhoças
Preciso de tua ajuda
Ela me faz pirraça
São ternuras e sorrisos
Que guarda em melodias
Preciso entrar nesse jogo
Encontrar finalmente a alegria

Consegue-me uma serenata?
Não me importa as condições
Faço em cima da escada
Mas preciso de um poeta
Que me descreva em atos
Que me deixe uma porta aberta
Uma estrofe sem rima
Que me chame nos olhos
E termine em desejo

Ass: Danilo Mendonça Martinho

2 comentários:

  1. Olá! Achei o link do teu blog em uma comunidade lá no orkut. Estou te seguindo, adorei a maneira como tu escreve! Quando puder dá uma passadinha:
    http://nobodyisdivine.blogspot.com
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Ao pé da janela é ótimo.
    adorei queridinho. parabéns! Lia

    ResponderExcluir