"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

sábado, 6 de fevereiro de 2010

“Relicário” (30/01/2010)




Garota do coração de prata
Disseste que teu relicário
Permanece vazio
Como é triste o vazio
É uma amargura, uma angústia
Ele não tem forma
Não tem peso, nem tamanho
Pode até ser infinito
O segredo é que ele também acaba
Basta apenas uma fresta
E que você vire a primeira página

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Um comentário:

  1. Gosto da intensidade, do calor de suas palavras, gosto da ironia e principalmente da crua verdade que faz parecer que tudo isso saiu de mim, do mais profundo âmago.

    Isso me fez feliz, obrigada.
    Débora.

    ResponderExcluir