"Poeta da Colina - Um Romântico no Século XXI"

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

“Particularidades” (09/09/2009)




Não é a toa que alianças enfeitam os dedos
Podem pensar que tolos enxergaram belezas
Acredito nos poucos que encontraram almas
Vejo nos olhos delas toda verdade
Vezes que nem preciso procurar pelo compromisso
Tem algo na luz, no rosto, nos trejeitos, no sorriso
Mulheres muito bem conquistadas
Mulheres que de longe já merecem atenção
Os detalhes só te convencem do óbvio
É mais que um desejo físico
É mais do que teus olhos alcançam
Precisa de toda dedicação de seu corpo
Necessita de todos sentidos para compreender
É necessária uma vida para encontrar
Um momento atento para se viver

Não é muito que se pede
Ou talvez seja simplesmente tudo
Não conheço limites mais imaginários
Terras totalmente sem donos
Fortalezas sem propósitos
Acredite, você não está a salvo
Não há âmago que se resguarde
Não há nem como tentar negar
Até tuas mentiras soarão como verdades
E se sua razão de alguma forma vencer
Terá vencido então também tua essência
Uma breve sombra do que um dia refletiu

Não digo tudo isso por devaneio ou descuido
Vi entre sóis imagens tão particulares
Vi tantas poesias em formas humanas
Vi olhares que valiam diamantes
Todos perdidos em pequenas brechas do mundo
Se não fossem os que cegamente tentam pelas estrelas
O horizonte seria mais uma pintura sem graça
Não defendo o mundo como um lugar romântico
Apenas como um espaço de tolos e poucos

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário