domingo, 15 de março de 2009

"Querer"(14/03/2009)




Simples, puro, único
O tive em memórias
O tive no meio da rua
O tive no coração desavisado
O tive por completo
Soube por um momento todas direções
Soube para sempre o que fazer
Soube como uma verdade
Soube como sempre soube
Duvidei no começo
Duvidei por respeito talvez
Duvidei por uma última vez
Duvidei por causa do seu olhar
Suas palavras que se confundiram
Seus gestos sem sinais claros
Suas atitudes questionáveis
Seus princípios já vencidos
Deixei-lhe para trás em uma esquina
Abri a mão do que me segurava
Superei os limites que faltavam
Troquei o que era dito como sina
Quis numa sinceridade súbita
Quis uma certeza para mim
Quis para contrariar o mundo
Quis minha felicidade
Simples, pura e única.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Um comentário:

  1. Querer é válido. É preciso querer para continuar - a vida é redundantemente tautológica.

    ResponderExcluir