quinta-feira, 5 de março de 2009

"Depois de Mim”"(24/02/2009)




Quero uma casa perto de um lago
Um vento sudoeste
Um sol pela manhã
Uma chuva no fim de tarde
Quero um poente avermelhado
Quero árvores e flores
Quero respirar ar puro
E algumas borboletas amarelas
Quero uma prosa
Não precisa ser periódica
Muito menos gente conhecida
Pode vir sem data marcada
Para contar qualquer história
Quero ouvir boas risadas
Não me importarei em amparar lágrimas
Mas não saia daqui sem um sorriso
Eu prometo um abraço
Quero me sentir vivo
Parte desta terra que um dia pisei
Parte deste mundo onde lutei
Do futuro o qual não sei
Quando morrer me ouçam
Nem que por uma vez
Não se preocupem, estarei bem
Como último favor
Apaguem as luzes ao anoitecer
Deixe-me dormir com as estrelas
Lembrem sempre...de serem felizes ao amanhecer.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário